Pular para o conteúdo
Covid-19 Informação
concursos de admissão de trabalhadores

   

                

Notícias Notícias

Voltar

VILA VERDE RECONHECE PAPEL DAS ARTESÃS COMO PRINCIPAIS EMBAIXADORAS DOS BORDADOS E DA TRADIÇÃO

«Os nossos antepassados “bordaram” o nosso território e transformaram-no naquilo que hoje tanto nos orgulha. Encarrega-nos a nós deixar esta herança aos nossos filhos.»

Arrancou, esta tarde, na Casa do Conhecimento de Vila Verde, a primeira conferência do Ciclo de Conferências “Estórias do Minho- Narrativas no Feminino de uma Geografia Identitária”, alusiva ao tema Uma arte de bordar por “Aquelas Mulheres do Minho”.

António Vilela «Os nossos antepassados “bordaram” o nosso território e transformaram-no naquilo que hoje tanto nos orgulha. Encarrega-nos a nós deixar esta herança aos nossos filhos»

Com a plateia bem constituída , o Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Dr. António Vilela, na presença da Vereadora da Cultura, Dr.a Júlia Fernandes, fez a abertura da sessão, que assumiu como «um momento de reconhecimento do trabalho desenvolvido pelas mulheres (artesãs) que bordam os Lenços de Namorados.»

«Com este projeto pretendemos valorizar e tirar partido do melhor que as nossas terras possuem e, por isso, é com muita satisfação e orgulho que recebemos e damos início, em Vila Verde, a este ciclo de conferências» referiu o autarca

Na perspetiva do edil vilaverdense «Não havia melhor tema para começar esta iniciativa. O tema do amor e dos lenços dos namorados. O amor pelas pessoas, territórios, tradições e desenvolvimento. Porque, ao fim ao cabo, queremos fazer desta diversidade de tradições um ponto de ancorarem para novos projetos e desenvolvimento dos territórios.

Dirigindo-se aos jovens da audiência, António Vilela afirmou «É através destes projetos, destas iniciativas, destas ideias que mantemos viva a identidade cultural do concelho de Vila Verde e da região do Minho. Os nossos antepassados “bordaram” o nosso território e transformaram-no naquilo que hoje tanto nos orgulha. Encarrega-nos a nós deixar esta herança aos nossos filhos.»

 

Ana Pires- «O bordado tem um duplo papel social.»

Ana Pires, Investigadora na área do bordado, subiu ao palco para explicar toda a história da arte de bordar, desde os seus primórdios até aos dias de hoje.

Segundo a investigadora «O bordado participa de uma dupla condição, tanto de senhoras pobres como de uma elite. Daí ter um duplo papel social. Bordado como lazer e bordado como meio de subsistência»

Na sua completa intervenção, Ana Pires fez questão de explicar que «não há um bom bordado sem um bom desenho. Por isso é que, antigamente, havia desenhistas. O bordado é uma arte decorativa tal como qualquer outra»

A conferência continuou com as intervenções de um reputado painel de investigadores, nomeadamente, do Doutor Jean-Yves Durand e a Doutora Micaela Ramon, ambos docentes na Universidade do Minho e da Doutora Isabel Maria Fernandes, Diretora do Museu de Alberto Sampaio, do Paço dos Duques e do Castelo de Guimarães.

 

CONFERÊNCIA CONTOU COM ANIMAÇÃO TEATRAL E A ATUAÇÕES DA ACADEMIA DE MÚSICA DE VILA VERDE

O Grupo de Teatro “Itinerantenredo” brindou todos os presentes com a inovadora e divertida performance teatral “Lenços Damore” e a Academia de Música de Vila Verde abrilhantou a sessão com um momento musical, com a qualidade a que já nos habituou.

Neste Ciclo de Conferências que percorrerá os 24 municípios do Minho, pretende-se valorizar um olhar inovador sobre a herança cultural do Minho rememorada no feminino, enquanto sociedade de forte tradição matriarcal, propiciando uma narrativa congregadora de saberes e valores identitários que importam estudar, conhecer, cuidar, preservar, valorizar e divulgar.

Município de Vila Verde, 12.2.2020

 

GALERIA FOTOGRÁFICA


Divulkgação dos resultados da qualidade da água da rede pública                      

Presidência Presidência

COVID-19 - “NUNCA COMO AGORA PRECISAMOS DE SI” - Mensagem do Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde

«Caros(as) amigos(as) Vilaverdenses, Durante esta semana surgiram os primeiros casos positivos de COVID-19 no nosso concelho. A parte inicial desta minha mensagem não podia deixar de ser para transmitir a minha solidariedade e força para com os Vilaverdenses e famílias que estão a sentir...
 Facebook  Flickr  Issuu  YouTube  Instagram  Newsletter - Juntos Fazemos Vila Verde

Documentos recentes Documentos recentes

FICHA TÉCNICA

Gestão, Conceção e design gráfico
Unidade de Sistemas de Informação e Unidade de Inovação e Conhecimento

M;anutenção, edição e manutenção
Serviços do Município de Vila Verde

 Agradece-se a comunicação de qualquer anomalia técnica ou outro tipo de dificuldade relacionada com a utilização do site. Para o efeito, envie email para helpdesk@cm-vilaverde.pt.
Este projeto foi cofinanciado pelo projeto Cávado Digital MAIS (POVT)

PROTEÇÃO DE DADOS

O Municipio de Vila Verde, na sequência do exercício de funções de interesse público e exercício da autoridade pública, está profundamente empenhado na implementação de processos que recolham e tratem os dados pessoais adequados, pertinentes e limitados ao que é necessário relativamente às finalidades, cumprindo com os princípios de licitude, lealdade, transparência e minimização.

Adicionalmente, são implementadas, e continuamente avaliadas, medidas técnicas e organizativas consideradas adequadas à salvaguarda da informação mantida sob responsabilidade do Município. Os dados pessoais recolhidos serão conservados pelo tempo estritamente necessário, seja para cumprimento de prazo certo expressamente fixado por Lei ou outro proporcional e adequado ao objetivo da recolha.

Os titulares dos dados pessoais, tratados sob responsabilidade do Municipio, podem exercer os direitos de acesso, retificação, oposição, apagamento, limitação e portabilidade, nas situações aplicáveis, por meio de requerimento específico. Existe um Encarregado de Proteção de Dados designado, que pode ser contactado através do email dpo@cm-vilaverde.pt, ou via postal dirigido ao mesmo e endereçado para a morada Praça do Município 40, 4730-728 Vila Verde.

Para mais informações consulte a nossa  Política de Privacidade.

AVISO LEGAL

O Município de Vila Verde, através de seu portal na Web fornece informações de interesse geral do concelho de Vila Verde, em especial, a informação e os esforços da organização municipal. A informação fornecida é atual no momento da sua publicação.
O Município de Vila Verde pretende que esta informação seja exata e precisa e procede à sua atualização com a maior frequência possível, tentando evitar erros e corrigi-los, assim que os deteta. No entanto, o Município de Vila Verde não pode garantir a ausência de erros ou que o conteúdo da informação seja permanentemente atualizado.
O Município de Vila Verde pode levar a cabo a qualquer momento e sem aviso prévio, modificações, supressões ou alterações das informações publicadas ou ser capaz de alterar a configuração ou a apresentação.
O acesso ao portal da Web, bem como a utilização das informações que ele contém, são da exclusiva responsabilidade do utilizador. O Município de Vila Verde não é responsável por quaisquer danos que possam decorrer destes factos, nem pode garantir que o acesso não seja interrompido, ou que o conteúdo ou software acedido esteja livre de erros ou causa de dano.
As informações prestadas em resposta a qualquer pergunta ou pedido de informação são meramente indicativas e em nenhum caso será vinculativa para a resolução de procedimentos administrativos, que são estritamente sujeitos às normas legais ou regulamentares que sejam aplicáveis.
Os conteúdos publicados incluem links para páginas de terceiros, web sites, principalmente de outras entidades públicas, que são considerados como podendo ser de interesse para os utilizadores do Portal. O Município de Vila Verde não assume qualquer responsabilidade derivada das ligações ou do conteúdo desses links.