Pular para o conteúdo

Covid-19 Informação

Notícias Notícias

Voltar

COVID-19 - Vacinação começa em janeiro e será dividida em três fases

O plano português de vacinação contra a Covid-19 foi apresentado ontem no Infarmed, em Lisboa, e está dividido em três fases.

 

A PRIMEIRA FASE

A vacina deverá chegar a Portugal no início de janeiro e os grupos prioritários incluem doentes com mais de 50 anos (com patologias associadas), profissionais e residentes em lares e profissionais de saúde e das forças armadas.

No total, nesta primeira fase, estima-se que serão vacinadas 950 mil pessoas, sendo 250 mil o grupo dos lares, 400 mil as pessoas com mais de 50 anos e comorbilidades associadas e 300 mil profissionais.

 

A SEGUNDA FASE

A segunda fase abrange dois grupos: pessoas com 65 ou mais anos com ou sem patologias (que não tenham sido vacinadas na fase anterior) e cidadãos entre os 50 e 64 com pelo menos uma das seguintes patologias: Diabetes, neoplasia maligna, doença renal crónica, insuficiência hepática, obesidade, hipertensão arterial e outras patologias que poderão ser definidas posteriormente.

Deste grupo fazem parte 2,7 milhões de pessoas e esta fase de vacinação poderá estar concluída em junho ou julho, aponta Francisco Ramos.

 

A TERCEIRA FASE

Todas as outras pessoas estarão incluídas numa terceira fase de vacinação. Francisco Ramos sublinha que há uma ressalva: "se por qualquer motivo o ritmo de vacinação for mais lento do que aquele que é o cenário base, teremos, naturalmente, que voltar a criar novos grupos prioritários e definir um terceiro grupo".

 

ONDE SERÃO DISTRIBUÍDAS AS VACINAS?

As vacinas serão disponibilizadas e administradas nos centros de saúde, lares e unidades continuados.

Haverá 1200 pontos de vacinação nos centros de saúde em todo o país. Estes pontos serão os utilizados pelos 400 mil portugueses pertencentes ao grupo de risco identificado. Os residentes e profissionais de lares e internados em cuidados continuados poderão ser vacinados nas próprias instituições.

Será criado um “sistema de chamada” para a marcação da vacinação, de modo a que "sejam os serviços de saúde a identificar quem pertence aos grupos de risco. Isso será feito com base na informação disponíveis nos centros de saúde e, sabendo que há um número de portugueses que não os utiliza, existirá uma alternativa que essas pessoas possam usar para ter acesso à vacina nos centros de saúde.

 

UNIVERSAL, GRATUITA E FACULTATIVA

A vacinação vai ser facultativa, gratuita e distribuída a toda a população.

Município de Vila Verde, 4.12.2020

 

 


concursos de admissão de trabalhadores

            

 

 Facebook  Flickr  Issuu  YouTube  Instagram  Newsletter - Juntos Fazemos Vila Verde

Presidência Presidência

COVID-19 - “NUNCA COMO AGORA PRECISAMOS DE SI” - Mensagem do Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde

Caras(os) Vilaverdenses,   Enfrentamos, nesta altura, uma segunda vaga da pandemia COVID-19 que está a ter um impacto muito preocupante na saúde de um número crescente de pessoas e reflexos bastante graves na situação económica e social do país. Começo por manifestar a minha...

Documentos recentes Documentos recentes

Divulkgação dos resultados da qualidade da água da rede pública

 

 

FICHA TÉCNICA

Gestão, Conceção e design gráfico
Unidade de Sistemas de Informação e Unidade de Inovação e Conhecimento

M;anutenção, edição e manutenção
Serviços do Município de Vila Verde

 Agradece-se a comunicação de qualquer anomalia técnica ou outro tipo de dificuldade relacionada com a utilização do site. Para o efeito, envie email para helpdesk@cm-vilaverde.pt.
Este projeto foi cofinanciado pelo projeto Cávado Digital MAIS (POVT)

PROTEÇÃO DE DADOS

O Municipio de Vila Verde, na sequência do exercício de funções de interesse público e exercício da autoridade pública, está profundamente empenhado na implementação de processos que recolham e tratem os dados pessoais adequados, pertinentes e limitados ao que é necessário relativamente às finalidades, cumprindo com os princípios de licitude, lealdade, transparência e minimização.

Adicionalmente, são implementadas, e continuamente avaliadas, medidas técnicas e organizativas consideradas adequadas à salvaguarda da informação mantida sob responsabilidade do Município. Os dados pessoais recolhidos serão conservados pelo tempo estritamente necessário, seja para cumprimento de prazo certo expressamente fixado por Lei ou outro proporcional e adequado ao objetivo da recolha.

Os titulares dos dados pessoais, tratados sob responsabilidade do Municipio, podem exercer os direitos de acesso, retificação, oposição, apagamento, limitação e portabilidade, nas situações aplicáveis, por meio de requerimento específico. Existe um Encarregado de Proteção de Dados designado, que pode ser contactado através do email dpo@cm-vilaverde.pt, ou via postal dirigido ao mesmo e endereçado para a morada Praça do Município 40, 4730-728 Vila Verde.

Para mais informações consulte a nossa  Política de Privacidade.

AVISO LEGAL

O Município de Vila Verde, através de seu portal na Web fornece informações de interesse geral do concelho de Vila Verde, em especial, a informação e os esforços da organização municipal. A informação fornecida é atual no momento da sua publicação.
O Município de Vila Verde pretende que esta informação seja exata e precisa e procede à sua atualização com a maior frequência possível, tentando evitar erros e corrigi-los, assim que os deteta. No entanto, o Município de Vila Verde não pode garantir a ausência de erros ou que o conteúdo da informação seja permanentemente atualizado.
O Município de Vila Verde pode levar a cabo a qualquer momento e sem aviso prévio, modificações, supressões ou alterações das informações publicadas ou ser capaz de alterar a configuração ou a apresentação.
O acesso ao portal da Web, bem como a utilização das informações que ele contém, são da exclusiva responsabilidade do utilizador. O Município de Vila Verde não é responsável por quaisquer danos que possam decorrer destes factos, nem pode garantir que o acesso não seja interrompido, ou que o conteúdo ou software acedido esteja livre de erros ou causa de dano.
As informações prestadas em resposta a qualquer pergunta ou pedido de informação são meramente indicativas e em nenhum caso será vinculativa para a resolução de procedimentos administrativos, que são estritamente sujeitos às normas legais ou regulamentares que sejam aplicáveis.
Os conteúdos publicados incluem links para páginas de terceiros, web sites, principalmente de outras entidades públicas, que são considerados como podendo ser de interesse para os utilizadores do Portal. O Município de Vila Verde não assume qualquer responsabilidade derivada das ligações ou do conteúdo desses links.