Pular para o conteúdo
 Facebook  Flickr  Issuu  YouTube  Instagram  Newsletter - Juntos Fazemos Vila Verde

        

 

 

 

Notícias Notícias

Voltar

ABERTAS INSCRIÇÕES - Curso de Verão de Natação nas Piscinas Municipais de Vila Verde

Uma vez mais a Escola de Natação "Heróis do Mar" vai dinamizar nas Piscinas Municipais de Vila Verde os seus habituais Cursos de Verão de Natação de 2019, uma iniciativa que conta com o apoio do Município de Vila Verde.

Durante o mês de julho, crianças e jovens dos 3 aos 16 anos vão poder participar nos Cursos de Verão de Natação, iniciativa que está a cargo da Escola de Natação “Heróis do Mar”, dirigida Pelo professor Manuel Dantas.

Depois do sucesso das última edição, o curso voltará a estar disponível exclusivamente em julho (2 cursos de 15 dias cada) no Complexo de Piscinas de Vila Verde.

As inscrições já se encontram abertas e decorrem até ao próximo dia 31 de maio, podendo ser feitas através dos sites www.manueldantas.pt ou www.heroisdomar.pt, pelo e-mail mdantasleite@gmail.com, por telefone (253 274 943 ou 967 024 399).

Para que mais alunos possam participar, a organização irá ter disponível um autocarro para os alunos de fora de Vila Verde, com partida às 09:00h e chegada às 12:30h junto ao Instituto de Nanotecnologia de Braga.

Relembramos que a prática de exercício físico é muito importante para o desenvolvimento saudável de crianças e jovens.

NOTA: Junto remetemos um texto de sensibilização sobre a importância de as crianças aprenderam a nadar de forma a prepará-las para situações de risco.

 

E SE TODOS SOUBÉSSEMOS NADAR?

As nossas crianças deveriam aprender a nadar ao mesmo tempo que aprendem a andar, a ler e a escrever. Só assim será possível preservar as suas vidas.

No decurso da sua vida, o homem está em contacto permanente com elementos naturais. De todos eles, a água, desejável nas tarefas do dia-a-dia e indesejável quando provoca inundações ou naufrágios, é sem dúvida o elemento que origina mais angústias. Já para não falarmos nos afogamentos, ainda muito frequentes. É só abrir as páginas dos jornais para verificarmos esta evidência. As mortes por afogamento, de crianças e jovens, parecem constituir um desígnio nacional, tal como os incêndios, encarado com chocante indiferença e até com normalidade, como se de um “fado” se tratasse.

Segundo a Associação para a Promoção da Segurança Infantil (APSI), calcula-se que em Portugal morram anualmente cerca de 17 crianças por afogamento. Uma morte “rápida e silenciosa” que em muitos casos poderia ser evitada. Mas a realidade vai muito além dos números das vítimas mortais. Segundo Sandra Nascimento, Secretária-Geral da APSI, inúmeras crianças ficam com incapacidades graves e irreversíveis para toda a vida.

Os números indicam que o primeiro dia de férias é a altura em que ocorrem mais acidentes. No entanto, ao contrário do que se pensa, não são as praias os locais onde ocorrem mais afogamentos, mas sim os ambientes familiares como a banheira, tanque de lavar ou rega, poços, fossas, piscinas, lagos de jardim, rio ou mesmo baldes e alguidares. Uma criança pode afogar-se em menos de um palmo de água. Proporcionalmente, a criança tem a cabeça mais pesada e desequilibra-se mais facilmente do que um adulto.

Quando uma criança está submersa, em dois minutos há perda de conhecimento; entre quatro e seis minutos ocorrem danos cerebrais irreversíveis, que podem dar origem a lesões neurológicas com consequências a nível motor.

A Natação é um desporto de sobrevivência, em meio aquático, um primeiro socorro se se quer evitar afogamentos acidentais; eis a razão que nos deve levar a aproximar as crianças da água, tão precocemente quanto possível. A criança deve aprender a nadar ao mesmo tempo que aprende a andar, o mais tardar quando aprende a ler e a escrever.

Numa altura em que a “Escola HERÓIS do MAR” ( www.heroisdomar.pt ) está a ultimar os preparativos para realização de mais um “CURSO DE VERÃO DE NATAÇÃO”, que como habitualmente decorre em Julho, no Complexo de Piscinas de Vila Verde, queremos associar-nos à APSI e à Câmara Municipal de Vila Verde, no lançamento da campanha de segurança na água. Vamos ensinar a nadar dezenas de crianças e jovens, bem como outros que, já sabendo nadar, vão-se tornar autênticos golfinhos, dominando o meio aquático com tranquilidade e segurança.

 

COMO PODE AJUDAR UMA CRIANÇA NESTAS FÉRIAS

Ensine as crianças a nadar.

As aulas de natação melhoram a competência da criança e do jovem na água, embora não se deva confiar nas suas capacidades para se salvar antes dos seis ou sete anos. Lembre-se também que saber nadar de fato de banho não é o mesmo que cair à água vestido e com sapatos.

Escolha praias e piscinas públicas vigiadas

A presença de um nadador salvador oferece-lhe vigilância adicional e intervenção profissional em caso de emergência. Cumpra a sinalização.

Utilize auxiliares de flutuação.

Os coletes de salvação e as braçadeiras facilitam a flutuação mas nunca substituem a vigilância ativa do adulto. Em águas agitadas ou turvas, quando andar de barco ou praticar desportos náuticos, use sempre coletes de salvação adequados ao peso e tamanho da criança.

Antes de desfazer as malas, inspecione o local onde vai estar nos próximos tempos, verificando o acesso a piscinas, lagos, tanques, rios, poços ou mar. Localize o telefone e coloque o número de emergência e a morada de férias em local visível.

Ensine à criança comportamentos seguros na água:

Nunca nadar sozinha; Nadar paralelamente à margem; Nunca mergulhar de cabeça sem saber qual a profundidade da água ou se existem rochas ou desníveis no fundo; não mergulhar em pontões, devido à existência de rochas submersas;

Nunca atrapalhar outras crianças com brincadeiras perigosas (submersão da cabeça, empurrões para a água…); Em caso de emergência, ligar para o 112.

Manuel Dantas Leite

Professor de Educação Física

Município de Vila Verde, 8.4.2019

 


Bem-vindo Bem-vindo

A Internet é o principal veículo de comunicação de que as pessoas se servem, no seu dia-a-dia, em todo o mundo, tanto na sua vida pessoal como no desempenho da atividade profissional. Todas as organizações modernas têm nos seus sites uma janela aberta ao mundo e uma plataforma de comunicação e de interação com o seu público-alvo. Estaremos sempre abertos à inovação e recetivos a sugestões que nos ajudem a continuar a construir um Concelho próspero onde todos gostem de viver e se realizem profissionalmente.            

 

                     Vila Verde Incentiva +

FICHA TÉCNICA

Conceção geral, design gráfico e execução técnica
Unidade de Inovação e Conhecimento, Unidade de Sistemas de Informação

Edição e manutenção
Serviços do Município de Vila Verde

 Agradece-se a comunicação de qualquer anomalia técnica ou outro tipo de dificuldade relacionada com a utilização do site. Para o efeito, envie email para helpdesk@cm-vilaverde.pt.
Este projeto foi cofinanciado pelo projeto Cávado Digital MAIS (POVT)

PROTEÇÃO DE DADOS

Apenas deve fornecer os dados pessoais necessários para a prestação do serviço solicitado, nomeadamente para ser capaz de aceder a qualquer um dos serviços no sítio que possuam gestão de processos especificos dependentes do utilizador.
Estes dados serão incorporados nos arquivos correspondentes no Município de Vila Verde e serão tratados em conformidade com o regulamento estabelecido por lei.
Os dados recolhidos apenas serão objeto de transferência, sempre que apropriado, com o consentimento da pessoa em questão ou em conformidade com a referida legislação de protecção de dados.
As pessoas cujos dados pessoais, contidos nos ficheiros do Município de Vila Verde, podem exercer os seus direitos de acesso, rectificação, cancelamento e oposição, na forma prevista pela lei, antes do envio para o arquivo .
Consulte Política de Privacidade do Município.

AVISO LEGAL

O Município de Vila Verde, através de seu portal na Web fornece informações de interesse geral do concelho de Vila Verde, em especial, a informação e os esforços da organização municipal. A informação fornecida é atual no momento da sua publicação.
O Município de Vila Verde pretende que esta informação seja exata e precisa e procede à sua atualização com a maior frequência possível, tentando evitar erros e corrigi-los, assim que os deteta. No entanto, o Município de Vila Verde não pode garantir a ausência de erros ou que o conteúdo da informação seja permanentemente atualizado.
O Município de Vila Verde pode levar a cabo a qualquer momento e sem aviso prévio, modificações, supressões ou alterações das informações publicadas ou ser capaz de alterar a configuração ou a apresentação.
O acesso ao portal da Web, bem como a utilização das informações que ele contém, são da exclusiva responsabilidade do utilizador. O Município de Vila Verde não é responsável por quaisquer danos que possam decorrer destes factos, nem pode garantir que o acesso não seja interrompido, ou que o conteúdo ou software acedido esteja livre de erros ou causa de dano.
As informações prestadas em resposta a qualquer pergunta ou pedido de informação são meramente indicativas e em nenhum caso será vinculativa para a resolução de procedimentos administrativos, que são estritamente sujeitos às normas legais ou regulamentares que sejam aplicáveis.
Os conteúdos publicados incluem links para páginas de terceiros, web sites, principalmente de outras entidades públicas, que são considerados como podendo ser de interesse para os utilizadores do Portal. O Município de Vila Verde não assume qualquer responsabilidade derivada das ligações ou do conteúdo desses links.