Pular para o conteúdo
Covid-19 Informação
concursos de admissão de trabalhadores

 

              

Notícias Notícias

Voltar

INAUGURAÇÃO DA AVENIDA PADRE JOÃO OLIVEIRA DE COUCIEIRO "Esta imponente avenida é fruto do empenho e da dedicação de várias pessoas e entidades"

O Município de Vila Verde, a Junta de Freguesia e a Fábrica de Igreja de Coucieiro inauguraram, ontem, 5 de junho, a Avenida Padre João Oliveira, na freguesia de Coucieiro.

O Padre João Oliveira, o grande homenageado pelos 55 anos que dedicou a Coucieiro, procedeu ao corte da fita, que deu início à cerimónia de inauguração desta avenida. O ato foi presidido pelo Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Dr. António Vilela, e contou com a presença do Vice-Presidente da Câmara, Dr. Manuel Lopes, da Vereadora Dr.a Júlia Fernandes, do Presidente da Junta de Freguesia de Coucieiro, José Pimentel, do Pároco de Coucieiro, Padre Fernando Senra, do Arcipreste e do Vice Arcipreste de Vila Verde, Padre Carlos Lopes e Padre António Rodrigues, respetivamente, do Capitão Alfredo Campilho, o benemérito que ofereceu o terreno para a construção desta via, de vários Presidentes de Junta de Freguesia, entre outras entidades concelhias e locais e muitos populares que fizeram questão de dignificar com a sua presença a inauguração desta obra.

O Grupo da Catequese, o Agrupamento de Escuteiros e o Grupo Coral de Coucieiro abrilhantaram este ato inaugural com missa cantada, a largada de balões, mensagens de carinho e prendas ao Padre João Oliveira.

A intervenção estruturante realizada nesta obra era um anseio antigo da população local e resultou de uma parceria da junta de freguesia e da fábrica de igreja de Coucieiro com o Município de Vila Verde. Além da valorização funcional e espacial dos espaços intervencionados, no caso concreto acesso e respetivos arruamentos à Igreja Matriz de Coucieiro, um marco histórico do património edificado do nosso concelho, que remonta ao seculo XI, esta obra não deixa de honrar e de atribuir o devido valor ao papel de excelência de espaço público que o mesmo sempre teve na vida dos habitantes da freguesia de Coucieiro.

O Presidente da Junta de Freguesia de Coucieiro, José Pimentel, iniciou a sessão dos discursos dando as boas -vinda a todos os convidados e a todos os presentes, referindo orgulhoso e emocionado “A realização desta obra foi o resultado de relevantes esforços e de um investimento bastante significativo, mas trata-se de uma infraestrutura que vem engrandecer a nossa freguesia e dignificar um espaço público e um edifício religioso que muito prezamos”. O autarca prosseguiu dizendo “Foi um projeto em boa-hora iniciado pelo Senhor Padre João Oliveira que conseguiu que o Capitão Alfredo Campilho oferecesse o terreno necessário para a sua concretização. A este benemérito dedico também uma palavra de agradecimento e de reconhecimento pela forma desprendida e generosa como colocou este seu bem imóvel ao serviço do progresso desta freguesia.”

O Presidente da Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Dr. António Vilela, encerrou a cerimónia com um discurso muito caloroso e emotivo e homenageou o Padre João Oliveira, em reconhecimento pelo serviço prestado à comunidade de Coucieiro e do Concelho de Vila Verde.

Discurso do Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, Dr. António Vilela, na inauguração da Avenida Padre João Oliveira, em Coucieiro.

Começar por lhes dizer que é sempre uma grande satisfação para mim estar em Coucieiro e mais ainda quando se trata de participar numa cerimónia como esta, em que estamos a inaugurar mais uma obra fundamental para o desenvolvimento desta freguesia.

Este é não só um dia de festa, em que se assinala a construção de uma infraestrutura importante para todos vós, mas é também um dia em que se opera mais um virar de página no livro em que estamos a escrever o progresso do concelho e o desenvolvimento de todas as suas freguesias.

Quero, assim, dirigir uma palavra especial a todos Vós por participarem nesta cerimónia e por saberem dizer presente quando se trata de enaltecer o trabalho e o investimento que está a ser feito para equipar esta freguesia com infraestruturas e serviços essenciais para o seu crescimento harmonioso e para o bem-estar de todas as pessoas que aqui vivem.

A realização desta obra não foi fácil, como não é fácil a concretização de todo e qualquer projeto que exija elevados investimentos, mas as dificuldades não nos demovem nem nunca nos demoverão de fazer aquilo que é verdadeiramente importante e necessário para a melhoria da qualidade de vida dos Vilaverdenses.

Esta imponente avenida é o produto do empenho e da dedicação de várias pessoas e entidades que, desde o início, souberam perceber que só com trabalho de equipa e com um forte espírito de colaboração e de entreajuda era possível ultrapassar os obstáculos e realizar uma obra que, para muitos, era uma utopia, um sonho que jamais ia poder ser realizado.

Para os mais céticos, para os que vivem da crítica pela crítica, seguindo, assim, sempre, o caminho mais fácil, aqui está a nossa resposta.

Enquanto alguns se desgastam a levantar obstáculos e a semear a descrença, nós lançamos mãos às ações, nós concretizamos obras.

E o resultado está bem à vista. Só não vê quem não quer.

Como diz o velho e sábio ditado, “mais cego é quem não quer ver”.

O Padre João Oliveira deu o pontapé de saída, mobilizando o proprietário deste terreno – Capitão Alfredo Campilho - para uma causa nobre, e nós - a Junta de Freguesia, a Fábrica da Igreja e a Câmara Municipal - rapidamente aderimos também a este projeto, porque sabíamos que era uma obra de considerável dimensão, que ia reclamar um frutuoso trabalho de parceria, mas também porque o Sr. Pe. João, com todo o entusiasmo e generosidade com que se entrega às causas de interesse público, teve uma inegável capacidade de mobilização.

Os 55 anos que o Reverendo Pe. João dedicou a Coucieiro e a Vila Verde; todo o seu percurso, tanto como professor como na qualidade de pároco, e tudo aquilo que ele fez por esta paróquia só podem merecer o nosso sincero e profundo agradecimento.

Temos todos, também, que ficar gratos e reconhecidos ao benemérito que ofereceu o terreno para o bem comum.

Este trabalho de proximidade que realizamos no dia-a-dia, auscultando anseios e as prioridades das juntas de freguesia e das diferentes forças vivas das freguesias, é para nós muito gratificante e não tenho a menor dúvida em afirmar que é esta a principal, ou mesmo a única, razão de ser do poder autárquico.

Uma palavra ainda para o profissionalismo e a competência dos nossos técnicos e funcionários que demonstraram que o Município de Vila Verde tem excelentes equipas no terreno a realizar obras de elevada qualidade.

Relativamente às obras de conservação e de requalificação da igreja de Coucieiro, vamos, uma vez mais, dizer presente.

Quanto estão em causa investimentos que, reconhecidamente, acrescentam valor as freguesias, dignificam os espaços públicos e melhoram a qualidade de vida das pessoas, temos sempre todo o gosto em colaborar e prestar o devido apoio.

Aproveito também para corroborar as palavras do Sr. Presidente da Junta relativamente à elevada importância das obras de alargamento da curva do Baralha e de execução da rotunda também do Baralha.

Estas intervenções eram de uma necessidade extrema e vão ser da maior utilidade para a melhoria das dinâmicas em termos de circulação rodoviária no interior da freguesia.

Nestas casos, a parceria com a Junta de Freguesia, a persistência do Sr. Presidente da Junta e a recetividade dos proprietários para se chegar a acordo na cedência de terrenos foram igualmente cruciais para levar estes dois importantíssimos projetos a bom porto.

Muito obrigado!

Viva Coucieiro!

Viva Vila Verde!»

GALERIA FOTOGRÁFICA 


Divulkgação dos resultados da qualidade da água da rede pública                      

Presidência Presidência

COVID-19 - “NUNCA COMO AGORA PRECISAMOS DE SI” - Mensagem do Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde

«Caros(as) amigos(as) Vilaverdenses, Durante esta semana surgiram os primeiros casos positivos de COVID-19 no nosso concelho. A parte inicial desta minha mensagem não podia deixar de ser para transmitir a minha solidariedade e força para com os Vilaverdenses e famílias que estão a sentir...
 Facebook  Flickr  Issuu  YouTube  Instagram  Newsletter - Juntos Fazemos Vila Verde

Documentos recentes Documentos recentes

FICHA TÉCNICA

Gestão, Conceção e design gráfico
Unidade de Sistemas de Informação e Unidade de Inovação e Conhecimento

M;anutenção, edição e manutenção
Serviços do Município de Vila Verde

 Agradece-se a comunicação de qualquer anomalia técnica ou outro tipo de dificuldade relacionada com a utilização do site. Para o efeito, envie email para helpdesk@cm-vilaverde.pt.
Este projeto foi cofinanciado pelo projeto Cávado Digital MAIS (POVT)

PROTEÇÃO DE DADOS

O Municipio de Vila Verde, na sequência do exercício de funções de interesse público e exercício da autoridade pública, está profundamente empenhado na implementação de processos que recolham e tratem os dados pessoais adequados, pertinentes e limitados ao que é necessário relativamente às finalidades, cumprindo com os princípios de licitude, lealdade, transparência e minimização.

Adicionalmente, são implementadas, e continuamente avaliadas, medidas técnicas e organizativas consideradas adequadas à salvaguarda da informação mantida sob responsabilidade do Município. Os dados pessoais recolhidos serão conservados pelo tempo estritamente necessário, seja para cumprimento de prazo certo expressamente fixado por Lei ou outro proporcional e adequado ao objetivo da recolha.

Os titulares dos dados pessoais, tratados sob responsabilidade do Municipio, podem exercer os direitos de acesso, retificação, oposição, apagamento, limitação e portabilidade, nas situações aplicáveis, por meio de requerimento específico. Existe um Encarregado de Proteção de Dados designado, que pode ser contactado através do email dpo@cm-vilaverde.pt, ou via postal dirigido ao mesmo e endereçado para a morada Praça do Município 40, 4730-728 Vila Verde.

Para mais informações consulte a nossa  Política de Privacidade.

AVISO LEGAL

O Município de Vila Verde, através de seu portal na Web fornece informações de interesse geral do concelho de Vila Verde, em especial, a informação e os esforços da organização municipal. A informação fornecida é atual no momento da sua publicação.
O Município de Vila Verde pretende que esta informação seja exata e precisa e procede à sua atualização com a maior frequência possível, tentando evitar erros e corrigi-los, assim que os deteta. No entanto, o Município de Vila Verde não pode garantir a ausência de erros ou que o conteúdo da informação seja permanentemente atualizado.
O Município de Vila Verde pode levar a cabo a qualquer momento e sem aviso prévio, modificações, supressões ou alterações das informações publicadas ou ser capaz de alterar a configuração ou a apresentação.
O acesso ao portal da Web, bem como a utilização das informações que ele contém, são da exclusiva responsabilidade do utilizador. O Município de Vila Verde não é responsável por quaisquer danos que possam decorrer destes factos, nem pode garantir que o acesso não seja interrompido, ou que o conteúdo ou software acedido esteja livre de erros ou causa de dano.
As informações prestadas em resposta a qualquer pergunta ou pedido de informação são meramente indicativas e em nenhum caso será vinculativa para a resolução de procedimentos administrativos, que são estritamente sujeitos às normas legais ou regulamentares que sejam aplicáveis.
Os conteúdos publicados incluem links para páginas de terceiros, web sites, principalmente de outras entidades públicas, que são considerados como podendo ser de interesse para os utilizadores do Portal. O Município de Vila Verde não assume qualquer responsabilidade derivada das ligações ou do conteúdo desses links.