Pular para o conteúdo
Covid-19 Informação
concursos de admissão de trabalhadores

 

                

Notícias Notícias

Voltar

CASA DO CONHECIMENTO – Videoconferência juntou 49 leitores de Vila Verde, Universidade do Minho, Paredes de Coura, Boticas e Montalegre

Aquilino Ribeiro e “ A Casa Grande de Romarigães” na Comunidade de Leitores da Casa do Conhecimento de Vila Verde

A Comunidade de Leitores Rede de Casas do Conhecimento voltou a reunir-se, ontem, 20 de maio, após um interregno de dois meses.

Estando já as diferentes comunidades locais de leitores habituadas a reunirem-se à distância por vídeo conferência, os tempos que correm impuseram um novo modelo de reunião que aumentou a distância entre todos os elementos da comunidade! Mesmo mais separados fisicamente, a união manteve-se por um fim comum, a Leitura, o prazer que suscita, os múltiplos horizontes que possibilita e a partilha democrática de ideias que permite!

Promovida pela Casa do Conhecimento de Paredes de Coura, esta sessão juntou uma comunidade de 49 leitores para conversar sobre “A Casa Grande de Romarigães”, de Aquilino Ribeiro. Foi dinamizada por Fátima Cabodeira, Técnica superior da Câmara Municipal de Paredes de Coura, responsável pelo Arquivo Municipal de Paredes de Coura e pela coordenação técnica do Arquivo Literário do escritor Mário Cláudio e que contou com a participação especial de Aquilino Machado, neto do autor e TERRITUR-CEG, UL.

Aquilino Ribeiro, nasceu a 13 de setembro de 1885, em Carregal de Tabosa, concelho de Sernancelhe e faleceu a 27 de maio de 1963, em Lisboa. Casado em segundas núpcias com Jerónima Dantas Machado, filha de Bernardino Machado, ex-Presidente da República Portuguesa, viveu na Casa Grande de Romarigães, propriedade herdada pela esposa, sendo este o motivo da sua grande afeição pelo território de Paredes de Coura.

Aquilino Ribeiro quando escreveu “A Casa Grande de Romarigães” foi confrontado por um amigo com a possibilidade de ter escrito um romance:

“- Mas afinal o que V. fez foi um romance…

- Um romance…? Deus me livre! A minha ambição foi bem outra. Isto é monografia, história local, história romanceada, se quiser, agora novela, abrenúncio! (…) Romance…!? Se me saiu um romance, aconteceu-me a mesma coisa que a um triste e tosco carpinteiro dos meus sítios, de quem toda a gente zombava, decerto por milagre desenfadado do Espírito Santo: estava a fazer um gamelo para o cão e saiu-lhe uma viola.”

Aquilino Ribeiro, em “A Casa Grande de Romarigães”

Aquilino Machado, neto de Aquilino Ribeiro no seu exímio contributo referiu um pouco da história de vida do seu avô e da construção do seu percurso literário. Debruçou-se, ainda, sobre a Casa Grande de Romarigães e da sua recuperação, nomeadamente da intervenção efetuada pelo seu avô, não deixando de fazer referencia ao seu bisavô Bernardino Machado, que também nela habitou.

As manifestações dos leitores foram todas no sentido de este ser um romance intemporal e um dos melhores romances portugueses do século XX. Todos anuíram sobre a extraordinária riqueza lexicológica, a recorrente utilização de regionalismos e da magistral descrição, presentes nesta obra.

Foi mais uma sessão de valor acrescentado, para esta vasta comunidade de leitores das Casas do Conhecimento de Vila Verde, Universidade do Minho, Paredes de Coura, Boticas e Montalegre.

Município de Vila Verde, 21.5.2020

 

GALERIA FOTOGRÁFICA

 

 


Divulkgação dos resultados da qualidade da água da rede pública                      

Presidência Presidência

COVID-19 - “NUNCA COMO AGORA PRECISAMOS DE SI” - Mensagem do Presidente da Câmara Municipal de Vila Verde

«Caros(as) amigos(as) Vilaverdenses, Durante esta semana surgiram os primeiros casos positivos de COVID-19 no nosso concelho. A parte inicial desta minha mensagem não podia deixar de ser para transmitir a minha solidariedade e força para com os Vilaverdenses e famílias que estão a sentir...
 Facebook  Flickr  Issuu  YouTube  Instagram  Newsletter - Juntos Fazemos Vila Verde

Documentos recentes Documentos recentes

FICHA TÉCNICA

Gestão, Conceção e design gráfico
Unidade de Sistemas de Informação e Unidade de Inovação e Conhecimento

M;anutenção, edição e manutenção
Serviços do Município de Vila Verde

 Agradece-se a comunicação de qualquer anomalia técnica ou outro tipo de dificuldade relacionada com a utilização do site. Para o efeito, envie email para helpdesk@cm-vilaverde.pt.
Este projeto foi cofinanciado pelo projeto Cávado Digital MAIS (POVT)

PROTEÇÃO DE DADOS

O Municipio de Vila Verde, na sequência do exercício de funções de interesse público e exercício da autoridade pública, está profundamente empenhado na implementação de processos que recolham e tratem os dados pessoais adequados, pertinentes e limitados ao que é necessário relativamente às finalidades, cumprindo com os princípios de licitude, lealdade, transparência e minimização.

Adicionalmente, são implementadas, e continuamente avaliadas, medidas técnicas e organizativas consideradas adequadas à salvaguarda da informação mantida sob responsabilidade do Município. Os dados pessoais recolhidos serão conservados pelo tempo estritamente necessário, seja para cumprimento de prazo certo expressamente fixado por Lei ou outro proporcional e adequado ao objetivo da recolha.

Os titulares dos dados pessoais, tratados sob responsabilidade do Municipio, podem exercer os direitos de acesso, retificação, oposição, apagamento, limitação e portabilidade, nas situações aplicáveis, por meio de requerimento específico. Existe um Encarregado de Proteção de Dados designado, que pode ser contactado através do email dpo@cm-vilaverde.pt, ou via postal dirigido ao mesmo e endereçado para a morada Praça do Município 40, 4730-728 Vila Verde.

Para mais informações consulte a nossa  Política de Privacidade.

AVISO LEGAL

O Município de Vila Verde, através de seu portal na Web fornece informações de interesse geral do concelho de Vila Verde, em especial, a informação e os esforços da organização municipal. A informação fornecida é atual no momento da sua publicação.
O Município de Vila Verde pretende que esta informação seja exata e precisa e procede à sua atualização com a maior frequência possível, tentando evitar erros e corrigi-los, assim que os deteta. No entanto, o Município de Vila Verde não pode garantir a ausência de erros ou que o conteúdo da informação seja permanentemente atualizado.
O Município de Vila Verde pode levar a cabo a qualquer momento e sem aviso prévio, modificações, supressões ou alterações das informações publicadas ou ser capaz de alterar a configuração ou a apresentação.
O acesso ao portal da Web, bem como a utilização das informações que ele contém, são da exclusiva responsabilidade do utilizador. O Município de Vila Verde não é responsável por quaisquer danos que possam decorrer destes factos, nem pode garantir que o acesso não seja interrompido, ou que o conteúdo ou software acedido esteja livre de erros ou causa de dano.
As informações prestadas em resposta a qualquer pergunta ou pedido de informação são meramente indicativas e em nenhum caso será vinculativa para a resolução de procedimentos administrativos, que são estritamente sujeitos às normas legais ou regulamentares que sejam aplicáveis.
Os conteúdos publicados incluem links para páginas de terceiros, web sites, principalmente de outras entidades públicas, que são considerados como podendo ser de interesse para os utilizadores do Portal. O Município de Vila Verde não assume qualquer responsabilidade derivada das ligações ou do conteúdo desses links.